Compras como estratégia de crescimento

As atividades de compras deixaram de ser uma simples atividade operacional.


Principalmente nas organizações em que o planejamento estratégico dita as diretrizes e ações, de forma sistêmica, o setor de compras assumiu o papel de melhorar não apenas a sua lucratividade, pela redução de custos, mas, também, a sua imagem, eficiência nos processos produtivos, comerciais, financeiros, além da qualidade de produtos, satisfação e fidelização de clientes etc., razão pela qual foram criadas práticas inovadoras de parceria, entre elas e seus fornecedores, em todas as etapas da cadeia de suprimentos, com o significativo amparo da tecnologia e de especialistas.


A nova visão a respeito da importância qualitativa das compras para o alcance dos objetivos, sob a perspectiva de uma mentalidade disruptiva para o setor, revolucionou a sua gestão, em especial, baseada em planejamento, pesquisa, seleção, metas e indicadores, para suprimento de materiais de diversas categorias, na quantidade e qualidade esperados e no tempo adequado, conforme planejado, passando a figurar, esse projeto, como vantagem competitiva.


INTEGRAÇÃO


Denominado também pela expressão “comakership”, o modelo consiste, basicamente, no esforço conjunto, entre a empresa e seus fornecedores, para melhoria na execução dos mais diversos processos logísticos, fabris ou de distribuição, por meio da implementação de soluções para fatores que encarecem ou dificultam a sua eficiência ou eficácia, identificados pela troca de informações.


A estratégia se consolida como geradora de grandes resultados, pela ampliação da parceria muito além da tradicional, à medida que se fortalecem os laços de confiança, credibilidade, garantia, firmando-se como um próspero e consistente elo ganha-ganha.


BENEFÍCIOS


É comum se estabelecer contratos de fornecimento de longo prazo, passando por etapas como “abordagem convencional”, “melhoria da qualidade”, “integração operacional” e “integração estratégica”. Conforme a relação se estreita, naturalmente se reduz o número de fornecedores por item, bem como o tempo de análise e negociação.


Por outro lado, amplia-se a responsabilidade do fornecedor, que dedica atenção muito especial para que todo compromisso assumido seja plenamente cumprido, figurando como corresponsável pela qualidade da operação.


Somos especialistas em “Supply Chain”. Nosso fim é melhorar a lucratividade da sua empresa, por meio das melhores práticas de gestão, objetivas e descomplicadas. Fale conosco!


Participe do nosso novo grupo de empresários no WhatsApp, extremamente focado em ações e estratégias práticas para mais resultados! Clique aqui e, ao entrar, apresente-se!

Até a próxima semana!


James Warley

consultoria@idecorp.com.br


PS: Se você gostou deste conteúdo, informe-nos clicando no coraçãozinho que está mais abaixo!

Veja também:


Curta e compartilhe as nossas dicas. Assine a nossa lista e receba orientações gratuitas do Idecorp em primeira mão.

#resultado #consultoria #dinheiro #acelerae #maisresultado #institutoidecorp #jameswarley #planejamentoestrategico #vendas #idecorp #sebrae #projetos #qualidade #produtividade #excelencia #planejamentoestratégico #empreendedorismo #empresa #marketing #liderança #negócios #tática

8 visualizações

Posts recentes

Ver tudo