Design Thinking: Envolvimento, Criatividade e Solução

Uma maneira diferente de engajar equipes e parceiros, estimular a criatividade e gerar resultados surpreendentes.

Envolver a equipe na busca de soluções para problemas comuns da empresa, bem como parceiros para criar produtos e serviços ou para inovar processos internos é uma excelente estratégia que vem transformando os resultados de empresas em todo o mundo.


O termo “Design Thinking” se define pela criação colaborativa de soluções, de forma organizada, o que favorece a interação e maximiza a geração de insights. Quando um problema da empresa conta com observadores, visão e perspectivas diferentes, encontra alternativas mais amplas e assertivas de solução.


NA PRÁTICA


Esse modelo é comumente utilizado para criar soluções que envolvem satisfação ou melhoria da experiência do cliente. De um modo geral, não se trata de um “método” ou processo padrão. A prática do “Design Thinking” pode ser entendida como uma forma cooperativa de abordar um problema (em sua ampla concepção) com foco em resolvê-lo, por pessoas interessadas no resultado. Também não é uma reunião de “brainstorming” apenas, pois propõe atividades organizadas nas seguintes etapas:


1ª) EMPATIA: O primeiro passo da equipe é se aprofundar no assunto para entender a situação, identificar sua causa e implicação, colocando-se no lugar do cliente ou dos envolvidos.


2ª) DEFINIÇÃO: Nesta etapa, os participantes analisam as informações coletadas e começam a ter clareza a respeito de qual é a necessidade da organização. Quanto melhor entenderem o que buscam, melhores serão os resultados.


3ª) IDEALIZAÇÃO: A terceira etapa tem a finalidade de estimular a geração de ideias nos participantes, pela interação e engajamento do time para concepção da solução ideal.


4ª) PROTOTIPAÇÃO: Uma vez idealizada a solução, seja ela um produto, recurso, serviço, ferramenta, método etc., é o momento de colocar a “mão na massa” para materializar essa ideia, numa versão ainda não definitiva, minimamente viável, para reduzir o risco de falhas antes de investir no seu desenvolvimento completo.


5ª) TESTE: Por fim, é hora de testar a solução, colocando-a para “rodar”, a fim de avaliar o seu comportamento e resultados. Obtendo feedbacks de usuários, o reinício das etapas é fundamental, para aperfeiçoamento contínuo da solução.


Desenvolver soluções envolvendo equipes formadas por colaboradores, parceiros, fornecedores ou clientes, utilizando o “Design Thinking” como abordagem cooperativa e colaborativa, é uma prática que poderá contribuir para o alcance de objetivos importantes para o seu negócio.


Quer saber como profissionalizar a administração da sua empresa, aumentar as vendas e seus resultados?


Participe do nosso novo grupo de empresários no WhatsApp, extremamente focado em ações e estratégias práticas para mais resultados! Clique aqui e, ao entrar, apresente-se!

Até a próxima semana!


James Warley

consultoria@idecorp.com.br


Veja também:


Curta e compartilhe as nossas dicas. Assine a nossa lista e receba orientações gratuitas do Idecorp em primeira mão.

#resultado #consultoria #dinheiro #acelerae #maisresultado #institutoidecorp #jameswarley #planejamentoestrategico #vendas #idecorp #sebrae #projetos #qualidade #produtividade #excelencia #planejamentoestratégico #empreendedorismo #empresa #marketing #liderança #negócios #tática

4 visualizações